O que é, o que você pode fazer e quais os principais sintomas da endometriose.

O que é a endometriose?

A endometriose é uma doença em que a mulher produz focos de endométrio, o tecido que reveste a parte interna do útero, em locais diferentes do normal, podendo ser encontrado na parte externa do útero, nos ovários, nas trompas entre outros.

Ela acontece por uma possível desregulação hormonal, imunológica e inflamatória, apesar de ainda não estar claro se estes “motivos” são causas ou consequências do desenvolvimento da endometriose.

Hoje, o estrógeno é considerado um dos principais fatores associados ao desenvolvimento da endometriose, assim como o estresse oxidativo e a inflamação. Sendo eles o principal foco no tratamento.

Imagem ilustrando possíveis locais de focos endometrióticos que podem gerar os sintomas da endometriose.

Sintomas da endometriose:

Aproximadamente 50% das mulheres diagnosticadas apresentam os sintomas da endometriose independente do tratamento. Sendo que, dentre os sintomas, alguns são comumente resistentes aos tratamentos convencionais, podendo ser necessário tratamentos alternativos para combate-los.

Principais sintomas:

  • Cólicas Menstruais;
  • Dor genital durante e após o sexo;
  • Dor pélvica;
  • Irregularidades menstruais;
  • Infertilidade.

O que você deve fazer?

  • Aumente o consumo de vegetais, legumes e grãos integrais! (Estes alimentos apresentam grande quantidades de substancias antioxidantes, que ajudarão no combate ao estresse oxidativo e na inflamação.)
  • Diminua o consumo de gordura trans, que é um importante fator inflamatório.
  • Consuma omega-3, seja através de peixes ou de suplementação. (Este nutriente é um potente anti-inflamatório que pode inclusive ajudar na dor.) (Veja mais sobre o ômega-3!)
  • Cuide bem do seu intestino, uma microbiota saudável além de ajudar na inflamação e no estresse oxidativo, ela pode ser benéfica na endometriose.
  • Ajuste seus níveis de vitamina D, o ideal é que eles estejam próximos a 30ng/mL. Além de atuar na inflamação, a vitamina D foi associada a prevenção da endometriose. (Veja mais sobre a vitamina D!)

Tratamento médico:

Hoje, existem dois tratamentos principais para a endometriose: a terapia hormonal e a cirurgia, porém, ambos tratamentos não curam a doença, apenas controlam seu desenvolvimento e reduzem seus sintomas.

Dentre o tratamento hormonal, a terapia mais utilizada é através de anticoncepcionais, baseados em progestina ou hormônios combinados, sendo a primeira linha de tratamento para as dores menstruais e pélvicas, mesmo não havendo um diagnostico de endometriose.

Podendo também ser indicado o uso de anti-inflamatórios para o controle da dor. Mas atenção, a dor sofre influencia de diversos fatores, emocional, hormonal, entre outros. Nesse sentido, tratamentos farmacológicos para dor podem incluir analgésicos, ansiolíticos, antidepressivos entre outros.

Podendo ser valido o acompanhamento com um psicólogo.

OBS: Não utilizem nenhum remédio sem antes consultar um médico!