Pilares para um envelhecimento saudável

O que é o envelhecimento saudável?

Um envelhecimento saudável, ao meu ver é um envelhecimento que permite ao idoso ter autonomia com sua vida. Podendo fazer escolhas e agir de forma independente, sem precisar de ajuda, seja na hora de tomar banho, seja na hora de escolher o que comerá de almoço.

Um envelhecer saudável propicia ao idoso a oportunidade de manter seu estilo de vida pelo máximo de tempo possível, com o menor numero de “ocorrências” no caminho. Permitindo-o que o adulto independente, continue assim ate os 80, 90 anos.

Como a alimentação pode te ajudar?

Ilustrar o que é uma alimentação saudável

A alimentação além de prevenir uma maior deterioração devido a idade, é primordial na prevenção de quase todas as doenças comuns na população mais velha. Doenças como obesidade, diabetes, dislipidemias, depressão, e até mesmo o câncer podem ser evitados com uma alimentação saudável e adequada.

Mais do que isso, uma boa alimentação, além de prevenir diversas doenças, propicia um envelhecimento saudável, propicia um envelhecimento saudável, permitindo que o idoso tenha muito mais qualidade de vida.

Uma alimentação diversificada, rica em vegetais, frutas, legumes, gorduras vegetais de boa qualidade e controladas no quesito calorias é o ideal para uma boa saúde.

E tão importante quanto o que se come, é, como preparar esses alimentos de forma a evitar contaminações. Quando somos jovens, nosso corpo tende a lidar com mais facilidade com microrganismos. Porém, uma infecção alimentar quando mais velho tem um prejuízo à saúde consideravelmente maior.

Como o sono pode te ajudar?

Ilustrar a necessidade de horários para o sono

O sono é o responsável pela recuperação do corpo, consolidação da memoria e do aprendizado. Sem ele, nosso corpo vai se “desgatando” cada vez mais, ficando cada dia menos “capaz” de lidar com o dia a dia.

Relacionado com a atenção, com a memória e com o humor, o sono ainda é relacionado à proteção contra doenças neurodegenerativas como o Alzheimer, a demência entre outras.

No curto prazo, apesar de conseguirmos “compensar” uma noite mal dormida com estratégias “estimulantes” utilizando por exemplo a cafeína, ou bebendo café, no longo prazo os prejuízos são mais devastadores.

Piora do controle da glicemia, aumento do desejo alimentar, maior tendência a obesidade, a depressão, aumento do estresse, desregulação hormonal, entre outros…

Então durma! o ideal é algo entre 7 e 8 horas por dia, de preferencia dormindo cedo, e acordando cedo, acompanhando o ritmo do amanhecer e escurecer.

Como a atividade física pode te ajudar?

Ilustrar como a atividade fisica é essencial para o envelhecimento saudável

A atividade física diferente do que muitos pensam, não é algo “supérfluo” que serve apenas para a estética. Sim, ela age diretamente na estética, mas muito além disso, ela proporciona força, flexibilidade, coordenação motora, além de melhorar a saúde metabólica do organismo.

Quando somos jovens tarefas como subir escadas, levantar do sofá, e até carregar compras parecem básicas, e que não exigem nenhum treino ou prática. Porém, com o passar dos anos, sim, é necessário treinar para subir escadas, levantar do sofá, carregar as compras, até mesmo para não sentirmos dores, como as de coluna que são comuns na terceira idade.

Isso porque com a idade, nosso corpo substitui a massa magra por massa gorda, e com isso, grande parte da força que éramos capazes de fazer também se perde, tornando a simples levantada do pé na hora de andar um cansativo esforço.

Então, muito além da estética, a atividade física nos permite continuar realizando tarefas que hoje parem sem esforço, mas que no futuro, são a diferença entre um idoso independente e um idoso “invalido”. Isso, além dos benefícios metabólicos, melhorando parâmetros como glicemia, colesterol, e uma serie de hormonios.

Como uma boa saúde financeira pode te ajudar?

Ilustrar que a saúde financeira com o passar dos anos tende a ser cada vez mais importante.

Um erro muito comum entre as pessoas é pensar dinheiro e saúde não estão diretamente relacionados, quando na verdade, eles estão. O problema é que é preciso equilíbrio. Ao mesmo tempo que você precisa de dinheiro para garantir uma boa saúde, você precisa de saúde para conseguir ganhar dinheiro. Não adianta você se matar de trabalhar enquanto deixa de lado a saúde, como também não adianta você deixar de ganhar dinheiro buscando excessivamente ser saudável.

Temos que pensar que quando se é jovem, manter a saúde sem gastar muito $$ é bem mais fácil do que quando se é mais velho. A medida que os anos passam, os problemas relacionados à saúde tendem a ficar cada vez mais complexos, exigindo um cuidado especializado, que geralmente vem acompanhado de um maior custo.

Por exemplo, se você cai quando é adolescente, provavelmente você levanta e sai andando e muitas vezes nem sente nada. Mas quando se tem 70, 80 anos, uma queda, por mais “boba” que pareça, pode te levar a uma internação de dias no hospital, com vários ossos quebrados, sendo necessário o uso de medicamentos, equipamentos especiais, e talvez até fisioterapia. Tudo isso com um custo muito maior!

E apesar de no Brasil termos o SUS, que garante o atendimento médico gratuito, ter a opção de não depender exclusivamente dele é um baita diferencial. Ter a capacidade de arcar com as despesas médicas sem comprometer seu orçamento mensal. te traz uma tranquilidade sem igual. Além de que, em muitos casos, o atendimento particular tende a ser muito superior em relação a qualidade do tratamento.

Como começar o processo de mudança?

Esta fazendo tudo errado? Calma! Vamos te ajudar a começar!

O primeiro passo é ter motivos claros para essa mudança. Porque você quer mudar? Mudar por mudar não te leva muito longe, a não ser que você tenha motivos claros para isso. Por exemplo: Quero mudar para ter um envelhecimento saudável porque vejo como minha avó sofre com os problemas de saúde, e não quero isso para min.

Agora que você já encontrou um motivo, vamos pensar nas mudanças, e minha dica é: Comece pelo mais fácil. Muitas vezes o mais fácil não é o que traz os maiores resultados, porém eles te ajudam a ver que é possível melhorar, e que essas melhoras trazem diversos benefícios à saúde.

Além disso, procure profissionais habilitados para te acompanhar! A mudança é lenta, e o processo e longo, então procure profissionais nos quais você se identifica, tanto na linha de pensamento quanto na questão financeira. Pois, como já foi falado, a saúde financeira é tão importante quanto a saúde física, sendo uma diretamente ligada a outra.

E por ultimo, mas não menos importante, não tenha pressa! Geralmente pessoas com pressa acabam se perdendo no caminho. Comece devagar, mas comece algo que seja viável no longo prazo. Pense que daqui a 40 anos você ainda terá mais pela frente, então não adianta pensar só no agora.