Chás Diuréticos – Eles ajudam? São seguros? Quais cuidados devemos ter? Quais os principais?

É muito comum, principalmente entre as mulheres, a procura por chás diuréticos capazes de diminuir a retenção de líquidos, seja causada pelas alterações hormonais, seja por alguma mudança na rotina. Mas a questão é: será que eles realmente são eficazes e seguros? E quais são?

Eles são realmente eficazes?

Sim! Os chás diuréticos realmente geram funcionam, porém, muitas vezes as pessoas esperam um efeito muito maior do que o que de fato ocorre, gerando certa frustração.

Além disso, é importante ressaltar que um dos grandes estímulos para a diurese é a ingestão de líquidos, independente de qual for.

Sendo assim, além dos chás diuréticos, é importante sempre manter um consumo de líquidos elevado, principalmente de água.

São seguros?

De forma geral, chás são extremamente seguros. Para se ter alguma intoxicação com o consumo de chás, é necessário ingerir uma grande quantidade em um curto período de tempo.

Mas de qualquer forma, é sempre recomendando variar as ervas utilizadas visando não concentrar grandes quantidade de compostos específicos no organismo, o que aumenta ainda mais sua segurança.

Porém, gravidas, lactantes e pessoas que já tomam remédios diuréticos ou anti-hipertensivos precisam tomar um cuidado maior, procurando sempre uma orientação profissional individualizada.

Quais chás realmente possuem esse efeito?

Diversos chás e substancias podem apresentar esse efeito, porém, os mais comuns são:

  • Hibisco
  • Carqueja
  • Salsinha
  • Cavalinha
  • Erva-Doce
  • Dente de leão
  • Chá verde
  • Chapéu-de-couro

Em relação a quantidade, o consumo de 3 xicaras ao dia gera ótimos resultados e com uma boa margem de segurança. Sendo interessante variar a erva que se é utilizada, ou fazer um mix, de modo que você utilize uma quantidade menor de cada erva.