7 Benefícios do chá – Veja quais os tipos e quais os benefícios essa bebida pode te trazer.

Os chás, juntamente com o café são as duas bebidas mais consumidas no mundo! Globalmente, chá é definido como uma bebida derivada exclusivamente das folhas de Camellia Sinensis, dando origem aos chás, preto, verde, branco e mate. Porém, no Brasil, consideramos chás, bebidas oriundas de diversas plantas.

Imagem de diversas xicaras de chás, com diferentes tipos de chás.

Quais os benefícios do chá? Por quê devo toma-lo?

Antes de pensarmos em quais os benefícios, é importante que saibamos que esses benefícios são oriundos de diversos compostos, chamados de compostos bioativos, sendo que em cada chá é possivel encontrar milhares de compostos diferentes, que agem sinergicamente (em conjunto) para exercer seus efeitos no organismo.

Dentre os benefícios mais comuns podemos citar:

  1. Redução do risco para o câncer;
  2. Melhora de parâmetros do metabolismo (glicemia, colesterol, triglicêres);
  3. Redução do risco para doenças cardiovasculares;
  4. Proteção para doenças neuro degenerativas;
  5. Modulação do sistema nervoso central, podendo ser calmante ou excitante a depender do chá;
  6. Efeito diurético;
  7. Modulação intestinal, influenciando a microbiota e a saúde intestinal;

Obs: Existem diversos efeitos e respostas à ingestão dos chás, podendo haver reações diferentes em cada pessoa.

Chá emagrece?

Não!

Nenhum chá isoladamente vai te fazer emagrecer. Porém, existem alguns chás que nas condições ideais (de deficit calorico) potencializam o emagrecimento é a perda de gordura. Seja “acelerando” o processo de queima dessa gordura, seja aumentando temporariamente a sensação de saciedade.

Mas é preciso ter em mente que existe um limite. Não adianta tomar 2 litros e achar que vai resolver seu problema. O chá é algo extra, que somado a dieta bem ajustada e a pratica de atividade física faz com que o emagrecimento aconteça de forma mais rápida.

Chás que podem auxiliar no emagrecimento:

  • Chá verde
  • Chá preto

Ele realmente ajuda a dormir?

Sim! O consumo de alguns tipos de chás esta associado à modulação de neurotransmissores associados a inibição do sistema nervoso central, ajudando no relaxamento, e na “pegada” inicial do sono.

Porém, é necessário atenção, pois muitas pessoas que buscam esse efeito, tomam o chá logo antes de deitar, o que não é efetivo. O ideal é que você tome o chá entre 2 -3 horas antes de deitar, e se quiser pode até tomar mais logo antes, porém, é necessário esse intervalo para que seu corpo consiga responder aos efeitos do chá.

Principais chás para o auxilio do estresse / ansiedade / relaxantes:

  • Camomila
  • Erva-cidreira
  • Erva-doce
  • Mulungu
  • Passiflora (maracujá)

Chá pode me ajudar na retenção hídrica?

Sim! Alguns chás podem ajudar na retenção hídrica, porém, entenda que eles são meros “coadjuvantes” nesse processo. O estimulo mais importante quando pensamos em retenção hídrica é o consumo de líquidos. Nesse sentido, um dos grandes responsáveis pelos efeitos do chá na retenção é o simples fato de você ingerir 200, 300, 500ml a mais do que você faria.

A ingestão de líquidos é de longe o diurético mais importante de todos. Mas de fato, alguns chás podem te ajudar ainda mais nesse sentido.

Imagem de duas xicaras de chá com algumas ervas ao lado

Principais chás diuréticos:

  • Hibiscus
  • Erva-doce
  • Chá Verde
  • Salsinha
  • Hortelã

Quanto de chá é o recomendado?

Não existe uma recomendação “padrão” de chás, porém, duas xicaras por dia parece ser uma quantidade considerável e suficiente para colher os benefícios do chás. Pode ser um pouco a mais, ou um pouco a menos, tudo depende do objetivo, do gosto e da rotina.

O que não se é recomendado é substituir o consumo de água por chá. Apesar dos chás terem diversos benefícios, alguns deles, em grandes quantidades podem trazer prejuízos à saúde. Logo não é interessante o consumo de litros por dia.

Qual a forma correta de fazer chá?

Tudo depende de qual chá você irá fazer!

Se for utilizar sachês, ou folhas, o ideal é que você não ferva a água, aqueça-a, e mexa / amasse o conteúdo com uma colher, conseguindo assim extrair o máximo de compostos bioativos possivel. Além disso, pode ser interessante manter o chá tampado por uns 2-3 minutos, visando manter alguns compostos voláteis “aprisionados”, aumentando a quantidade desses compostos e aumentando ainda mais a sensação olfativa.

Se o chá que você escolheu for a base de raízes ou cascas ai é necessário ferver a agua por uma media de 5-10 minutos, deixando-o descansar por mais 5, de preferência tampado.

Sachê ou Erva/folha ?

Tanto faz! A Maior questão é em relação a qualidade do produto comprado, principalmente se você optar pelas ervas, pois muitas vezes são vendidas folhas misturadas a outras partes da planta, não trazendo nenhum beneficio para a saúde. Além disso, temos o problema da validade dessas folhas. Folhas mais velhas vão perdendo suas propriedades, podendo trazer um gosto ruim à preparação, além de outros efeitos colaterais.

No sachê a qualidade do chá e das ervas tende a ser mais padronizada, e melhor, mas ainda sim é importante se atentar a marca e ao histórico. Não é necessário optar pelas marcas mais caras, mas é sempre interessante optar por marcas que já tem alguma historia no mercado.

Imagem de uma xicara de chá de limão com gengibre.

Posso tomar o chá frio?

SIM!

A maior parte dos compostos benéficos do chá continuam “ativos” mesmo após varias horas. Porém, o ideal é que você o guarde em um local refrigerado, diminuindo assim a velocidade de oxidação do chá, processo responsável pela perda das propriedades da bebida.

A maior parte dos estudos considera que em até 24h o chá continua com a maior parte de suas propriedades sem grandes prejuizos.