Artrose, o que é, o que fazer, e como evita-la?

A artrose ou osteoartrite é a forma mais comum de doença articular, constituindo a principal causa de incapacidade física e da diminuição da qualidade de vida de idosos, sendo fortemente ligada à obesidade.

O que é a artrose?

É uma doença degenerativa que envolve a perda progressiva da cartilagem articular, com concomitante  remodelamento ósseo. Ela não é de origem sistêmica ou autoimune, mas envolve a destruição da cartilagem com inflamação de forma assimetrica.

Ela comumente acomete  articulações que suportam o peso corporal como o joelho, o quadril, a coluna, mas também pode ser vista nas mãos e pés.

Geralmente ela se manifesta como uma dor que piora com a sobrecarga de peso e atividade, e melhora com o repouso. Sendo comum o relato de rigidez matinal ou “endurecimento” da articulação afetada após períodos de inatividade.

Qual a diferença entre artrose e artrite?

A artrite se refere apenas a inflamação, que pode ser aguda ou não, mas não engloba o desgaste da articulação. Já a artrose envolve a inflamação crônica, com o desgaste dessa articulação, Mas ambas podem gerar sintomas, como dor, dificuldade de mobilidade, porém, a artrose esses sintomas tendem a não serem passageiros, e tendem a ser mais intensos.

Quais os principais sintomas?

A intensidade dos sintomas pode variar de acordo com o grau do dano na articulação, e do local onde ela ocorreu, porém de forma geral, os principais sintomas são:

  • Dor articular
  • Rigidez
  • Dificuldade para movimentar

Qual o tratamento da artrose?

O tratamento da artrose é basicamente através de exercícios físicos, combinado com  o uso de analgésicos ou anti-inflamatórios. O tratamento  consiste em aliviar os sintomas, minimizando impactos funcionais e preservando a qualidade de vida, diminuindo a dor e melhorando a mobilidade.

Porém, existem pessoas que não respondem tão bem ao tratamento, então nesse caso, existe também o tratamento cirúrgico, que visa principalmente retomar o mínimo de qualidade de vida, permitindo a realização das atividades de vida diárias como, tomar banho, cozinhar, levantar da cama entre outras.

É possível evita-la?

Sim, e a melhor forma para evita-la é se mantendo dentro do peso adequado, ja que a obesidade é associada a um risco maior para a artrose, além de exercícios físicos regulares, porém, com intensidade e realização controlada. Isso além de uma alimentação adequada, fornecendo todos os nutrientes necessários para que seu corpo consiga manter a manutenção dessa cartilagem ao longo do tempo.

Algum suplemento pode ajudar?

Sim! Porém, é importante ressaltar que qualquer suplemento, só vai ter efetividade se a alimentação estiver adequada e o cuidado com o peso e atividade física estiverem sendo tomados.

Dentro dos suplementos com algum nível de respaldo cientifico, temos o, omega-3, que tem uma potente ação anti-inflamatória e que pode auxiliar no combate a dor e na melhora da inflamação. Temos o colágeno do tipo 2, que pode exercer algum efeito na renovação dessa articulação. E temos também a cúrcuma, que também é um potente anti-inflamatório, que pode auxiliar na dor e na inflamação.

Porém, é preciso deixar claro que a suplementação ainda é controversa, sendo muito questionada ainda, porém, ela pode trazer alguma melhora.